27 de novembro celebra-se no Nepal e de Parvati-Devi na índia o Gujeswari, comemoração da Deusa Mãe deusa do universo, dividida em três manifestações: Sarasvati, Lakshmi e Parvati.

Na comemoração, durante todo este dia, recitam-se orações e, ao pôr-do-sol procissões vão ao templo das Deusas levando oferendas.

Ritual:

  • Entre em sintonia com esta milenar e poderosa egrégora e faça uma meditação para se conectar à manifestação de Maha Devi, a Grande Mãe, e pedir-lhe para ajudar e iluminar sua vida neste momento. 
  • Acenda um incenso de lótus, uma lamparina ou vela amarela, entoe o mantra OM, toque um sino e espere a energia de Devi se manifestar de forma luminosa, amorosa ou poderosa em sua mente ou em seu coração. 


Lakshmi é uma divindade do hinduísmo, esposa do deus Vishnu, o sustentador do universo na religião hindu. É personificação da beleza, da fartura, da generosidade e principalmente da riqueza e da fortuna. A deusa é sempre invocada para amor, fartura, riqueza e poder. É o principal símbolo da potência feminina, sendo reconhecida por sua eterna juventude e formosura. Pode ser vista sentada sobre uma flor de lótus, ou segurando flores de lótus nas mãos, e um cântaro que jorra moedas de ouro. Texto do site YogaFlorDaVida

 O Ritual:

  • Separe folhas de Manjericão.
  • Coloque no seu player o mantra de Lakshmi.
  • Sintonize-se com a energia da Deusa.
  • Cultive pensamentos próspero.
  • Faça um chá com as folhas do manjericão ou prepare uma salada.
  • Peça a Deusa, prosperidade, fartura e generosidade.
  • Beba o chá ou coma a salada.
  • Agradeça as bençãos recebidas e mantenha o pensamento elevado. 



O Ritual: 

  • Separe uma folha de sulfite e lápis de cor. 
  • Por um momento, medite para acalmar o corpo e a mente. 
  • Em seguida, na folha de sulfite desenhe um símbolo para cada mulher em sua família próxima ( desenhe algo, pode ser uma flor, um objeto, um animal, que simbolize essa pessoa). 
  • Feito isso, reflita sobre as influências que esses símbolos tem na forma como você vivência o seu feminino.

02 de Outubro celebrava-se entre os celtas, a homenagem para os Anjos da Guarda. Essa antiga celebração, é preserva até hoje na Espanha com festejos em paróquias, fogueiras, danças de espada e encenações entre o bem e o mal, defronte a imagem de um Anjo.

Aproveite esta data e faça um pequeno ritual: 

Acenda uma vela na cor de seu signo e queime um incenso de sândalo, ao lado de um copo com água mineral ou da fonte. Toque um sino e depois fique em silêncio, procurando conectar-se ao seu Anjo Guardião.*

*Trecho do livro de Mirella Faur, O Anuário da Grande Mãe.

Ritual: Lua Nova


Amanhã, com a chegada da Lua Nova, faça um voto para novas atitudes para velhas situações. 
A sugestão de ritual de hoje vem de outra época, vem da sabedoria do antigo Egito.

Ritual: Possíveis visões do futuro

  • Pouco antes de dormir, desenhe sobre a mão esquerda a face do Deus Bes. Na manhã seguinte, anote e interprete o sonho.




Informação especial:

Os antigos egípcios acreditavam que um sonho bem interpretado, poderia prover insights sobre o futuro.

É essencial que você interprete o sonho com o máximo cuidado. Se possível, peça ajuda de um profissional.

Interpretações dos antigos:



Ritual extraído do livro: The Isis Oracle. editora Barron´s

Ritual: A união faz força
  • Sempre que a oportunidade surgir, acolha a mulher ao lado, principalmente se ela lhe for desconhecida. Assim, verdadeiramente unidas, seremos feministas, ritualísticas, amigas.

Ritual: Removendo bloqueios


  • Dor ou tensão: Coloque suas mãos na área afetada, cante OM, SHANTI,  SHANTI, OM, três vezes, faça uma pausa e permita à energia fluir. Continue quantas vezes sejam necessárias.


Ritual: Faça um pedido


  • Em uma noite de lua crescente, vista-se com roupas claras e medite sobre o luar. 
  • Faça e longas respirações.
  • Feche os olhos, e quando a mente e o coração estivem na calmaria, faça o seu pedido.

Ritual: OYA - Mudança 

Reserve um horário e um lugar que você não seja interrompida.

Sente-se ou deite-se confortavelmente, com a coluna reta, e feche os olhos. 

Respire fundo e solte o ar lentamente. 

Inspire profundamente e desta vez solte o ar enquanto emite os sons do vento. 

Faça outra respiração profunda e, enquanto expira,sinta-se, visualize-se ou perceba-se andando por um caminho. O dia está bonito, perfeito para uma caminhada. O caminho a leva para cima e para baixo. Você segue por ele, entregando-se ao lugar para onde ele a conduz, sentindo-se cada vez mais relaxada, mais e mais a vontade. Agora o caminho é ascendente. Você vai subindo cada vez mais. Logo é preciso escalar, usando as mãos. E o caminho continua, sempre pra cima. Finalmente, você tem de subir a um imenso platô. Você chegou ao plano da visão, onde o vento sopra frio, claro e limpo. Aqui você pode ver com clareza o que precisa ver. Sinta o rodopiar dos ventos, enquanto sua visão clareia. Você chama OYA, e ela vem. Ela lhe dá um abraço apertado e pergunta por que você veio. Você indaga: “O que devo fazer para tê-la entre meus aliados?” Ela responde: Veja a resposta claramente em sua mente e em seguida agradeça a OYA pela ajuda. Ela lhe pede um presente que você dá com gratidão e de boa vontade. OYA a abraça outra vez e desaparece. Agora é hora de voltar. Você desce devagar e com cuidado. Desce cada vez mais, sentindo-se calma e revigorada. Pra, baixo para baixo, sentindo- se à vontade e concentrada até estar outra vez no caminho, que a faz atravessar e passear ao redor. Você segue, com uma sensação de paz. O caminho desce e sobe, e você fica cada vez mais desperta. Respire fundo e, soltando o ar bem devagar, volte ao corpo. Respire fundo outra vez e abra os olhos. Seja bem- vinda! *

* Ritual extraído de um livro do qual não me recordo a fonte. Por favor, se você souber a fonte, avise para acrescentarmos os devidos créditos.

Ritual abre caminhos

  • Durante todo o período da lua cheia no mês escolhido, visualize, (sempre que conseguir, seja durante o dia, durante a noite, antes de dormir, quando acordar), você em uma jangada que na calmaria das águas, desbrava novos horizontes.


Ritual:Você em 1º lugar

  • Sem culpa ou remorsos, escolha um período do dia para se dedicar tão e somente a você. Durante esse período, nada do que fizer será pra qualquer outra pessoa além de você, seja egoísta. Caso seja inviável separar um período todos os dias, escolha um horário por semana e dedique-se a você, a mudança positiva na sua saúde física, mental e espiritual será perceptível.

Ritual: Pense no Amor, seja o Amor

  • Quando a gente dedica um tempinho do dia para pensar no amor ( no amor em sua forma mais abrangente) abrimos ainda mais o coração para doar e receber esse sentimento indescritível que rege nossa alma, por isso escolha um momento do dia e por três ou mais minutos, pense no amor, visualize o amor em todas suas formas, preencha o seu coração com toda luz possível. ❤